Dicas de Praia
Por: Patricia Paturle*
 
Nessa época do ano muitos pais já estão fazendo os preparativos para as férias. Aproveitando o momento, e inspirada na minha recém chegada da praia, resolvi escrever sobre os cuidados com a pele das crianças no sol. 

Atenção: Esses cuidados também são extensíveis aos adultos!

Use e abuse do protetor solar!

Você sabe como aplicar o protetor solar corretamente?

A quantidade correta: seja generoso!
 
Nessa hora não dá para economizar! Deve-se usar no mínimo a mesma quantidade de protetor solar usada nos testes de laboratório para medir a eficácia do produto. Ao aplicar uma quantidade menor, o fator de proteção é reduzido, comprometendo a eficácia da proteção solar.
 
A medida padrão é aplicar 2mg do protetor para cada cm2 de superfície corporal. Ou seja, um adulto de 60kg e 1,70m deveria aplicar cerca de 30g do produto por vez para cobrir todo o seu corpo!

Quando aplicar 

Aplique o produto pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol e reaplique-o cada 2 horas sempre que for necessário. Tenha paciência!Nem sempre é fácil convencer as crianças das reaplicações! 

Atenção as partes "escondidas"da pele
 
Dê uma atenção especial às orelhas, nuca, mãos, pés, atrás dos joelhos e atrás das pernas. 

Cuide dos lábios

Os lábios são mais sensíveis ao sol do que a pele, portanto, o protetor labial é fundamental. Aproveite o bastão labial e aplique nas pálpebras. Esses protetores geralmente não escorrem, sendo uma boa opção para proteger o contorno dos olhos e não arder os olhos dos pequenos (e os nossos!).

De fato, nenhum protetor solar é 100%, e na prática, a combinação de água, suor e areia acabam prejudicando as reaplicações perfeitas do produto! Compense essas falhas com a ajuda de barreiras físicas: muita sombra e água fresca! E é claro uma boa dose de paciência e jogo de cintura para fazer o seu pimpolho entrar debaixo da ducha, retirar a areia grudada da pele, secar e reaplicar o protetor solar!

Sombra

Os raios UV são mais fortes e prejudiciais durante sol do meio dia (entre 10:00 - 16:00), por isso é melhor limitar as atividades ao ar livre durante esse tempo. Na falta de uma sombra natural use um guarda-sol, ou uma tenda pop-up. As tendas pop-up são ótimas para as crianças pequenas. Elas protegem do sol (opte por tecidos com filtro uv), do vento e da areia. Perfeitas para uma sonequinha gostosa!

Roupas e acessórios com filtro solar

Amo toda a linha! São uma ótima proteção extra! O tecido é levinho, macio e seca super rápido! Dá para cair na água sem ficar incomodado depois!

Óculos de sol para crianças

Não é uma questão de estilo ou moda. Acredite, é saúde! As radiações solares aceleram o envelhecimento da retina e facilitam o desenvolvimento de cataratas. Nada melhor que prevenir! Cuidado: os óculos têm que ser seguros, ter BOAS lentes de proteção UVA e UVB e ser MUITO confortável.

A linha de óculos da marca australiana Baby Banz é tudo-de-bom! As lentes são de policarbonato com alça de neoprene e velcro ajustável. Além disso os modelitos são fofos! 

Beba água! 

É muito fácil tornar-se desidratado no tempo quente, e as crianças são muito suscetíveis à perda de água e se desidratam facilmente. Os refrigerantes não são uma boa opção. Eles tem cafeína, que por sua ação diurética podem facilitar um processo de desidratação.

Água termal

Uma delícia! Além de ser super refrescante, hidrata a pele do rosto, tira a sensação de melado e o sal da água do mar. São fáceis de carregar e tornam-se preciosas na falta de uma ducha de água doce. Tudo é festa! Minha filha adora por a língua para fora enquanto eu borrifo a água: “faz cosquinha”!

Bebês

Como a pele dos bebês é muito sensível, filtros solares não são recomendados até o sexto mês de vida. Nesse caso, o fator de proteção pode ser feito através do uso de roupas leves, sombras e pegar sol durante 20 ou 30 minutos por dia, nunca entre as dez da manhã e quatro horas da tarde. Devemos lembrar que mesmo as crianças que estão debaixo do guarda-sol podem receber a luz do sol refletida na água ou na areia e que em dias nublados ainda existe o perigo dos raios solares. 

Mantenha a pele seca

Não deixe a criança (nem você) secar no sol. Isso pode provocar queimaduras na pele. Após os mergulhos seque a pele com a toalha e reaplique o protetor solar. Se o seu filhote não resiste a uma sonequinha, retire a roupa de banho molhada. Além de ser desconfortável, deixar a pele úmida por muito tempo favorece o surgimento de micoses e assaduras.

Use cremes hidratantes

O sol, a água do mar, da piscina, o vento e a areia ressecam a pele. Após o banho não se esqueça de compensar isso passando o hidratante na pele. Aproveite para fazer uma massagem relaxante no final do dia. 

Os pequenos viram um verdadeiro bife a milanesa!
Rolar na areia faz parte do pacote. Aproveite o momento e deixe se contagiar por isso também! Ser mãe é uma oportunidade para se reviver a infância.
 

Patricia Paturle é graduada em medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui residência médica em dermatologia pela Santa casa de Misericórdia de Belo Horizonte, é membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e especialista em dermatologia pelo Conselho Federal de Medicina - CFM (CRMMG 34274). 

 

Fonte: www.divirta-se.uai.com.br

  • Telefone: (47) 3369-2879
  • Celular: (47) 9989-5985
  • Email:
Entrar em Contato Enviar Mensagem de Contato  Residencial Casa da Praia Residencial Casa da Praia  Conheça Bombinhas Conheça Bombinhas  Praias de Bombinhas Praias de Bombinhas

Dicas de Viagem
Cuidados antes de viajar...
Ao Ar Livre
Cuidados em atividade ao ar livre...
Finalista Viagem e Turismo
Bombinhas Finalista no Prêmio Viagem e Turismo...